Dicas sobre bolachas/biscoitos

Bolachas

Fazer bolachas não requer nenhuma técnica especial, e muito menos que seja um perito. No entanto, muitas vezes (confesso que a mim já me aconteceram algumas), aventuramo-nos na cozinha com as melhores intenções, ou seja, satisfazer a nossa gula, e as coisas acabam por correr menos bem, levando-nos ao desepero. Ou porque a massa ficou muito mole ou porque as bolachas cozeram de mais, não há necessidade de desistir, apenas aprender a dar a volta, tal como em tudo na vida, existe sempre uma solução. Algumas dessas soluções passam por pequenos “truques”, que nos podem ajudar a salvar o dia. Após uma pesquisa aqui ficam algumas dicas, para que possa ultrapassar os próximos contratempos na confecção de bolachas e não desista porque seja ele qual for o resultado vale sempre a pena 🙂

Preparação:

– Antes de começar a fazer os bolinhos prepare os tabuleiros, as receitas que levam farinha autolevedante começam a fazer efeito assim que lhes é acrescentado os ingredientes líquidos, devendo por isso ir ao forno assim que possível;

– Quando precisar de amolecer a manteiga que vai usar, deverá retirá-la do frigorífico 1h antes, caso não seja possível corte-a em cubos e leve ao micro-ondas por 10m na potência máxima, tendo o cuidado para não deixar derreter;

– Não peneire a farinha a não ser que a receita o diga;

– A massa quando colocado no frigorífico, fica dura e tornando-se mais fácil de trabalhar, se a envolver em papel vegetal e colocar no congelador durante 1/3 do tempo que iria colocar no frigorífico, acelerá o processo;

– Deverá colocar sempre a massa em tabuleiros frios para evitar que se espalhe e coza demasiado as bordas, se vai fazer grandes quantidades de bolachas deixe arrefecer o tabuleiro entre fornadas;

– As bolachas devem ser cozidas em tabuleiros antiaderentes ou forrados com papel vegetal, nunca untados com gordura, a não ser que a receita o indique, para que a massa não se espalhe e coza desmasiado nas bordas;

– Disponha as bolachas no tabuleiro afastadas umas das outras para que possam crescer sem se colarem umas às outras;

– Para uma cozedura uniforme, coloque o tabuleiro na grelha do meio;

– Assim que estiverem firmes transfira as bolachas para uma rede metálica;

– Quando os biscoitos de colam ao tabuleiro, coloque-o sobre a chama do fogão durante alguns segundos.

Conservação

– Conserve as bolachas/biscoitos numa lata ou num recipiente fechado;

– Bolachas de diferentes sabores devem ser guardadas em separado, de forma a não misturar os sabores, assim como as bolachas moles das crocantes para que não fiquem moles;

– Não guarde bolachas juntamente com bolos, pois estas absorvem a humidade dos bolos amolecendo-os;

– Apenas guarde as bolachas quando estiverem frias, caso contrário vão-se colar umas às outras;

– Para que fiquem crocantes, coloque um ou dois cubos de açúcar na lata;

– Quando estiverem frias, poderá congelá-las;

– Se acrescentar à receita 1% de lecitina de soja, aumentará o tempo de conservação das bolachas/biscoitos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s